OTIMIZAÇÃO SEO

Otimização-seo para buscadoresotimização-seo melhorando o ranqueamento de sua página

Otimização-seo “Como colocar meu site na primeira página do Google” é uma das perguntas que mais vejo pela internet.

Algumas pessoas até acham que eu tenho sorte em escolher as palavras corretas e outros acha que eu conheço

 

alguém do Google ou algo do tipo hehehe! Mal sabem elas que é só utilizar as técnicas corretas para obter

ótimos resultados.

Vou deixar algumas dicas , estratégias e ferramentas que você precisa para colocar o seu site na primeira página

do Google e lucrar alto ? comece a construir o seu negócio online agora. Vamos ver agora, técnicas infalíveis para

deixar o seu site na primeira página do Google, sem mimimi. Vou mostrar o que eu faço, preto no branco, sem enrolação.

Você sabe que aqui é assim, né ?

Técnicas utilizadas para obter os melhores resultados no otimização-seo

  • Tags e meta tags
  • Palavras certas
  • Urls amigáveis
  • Sitemaps e robots
  • Links internos e externos
  • Backlinks para seu site

META TAGS E SUA IMPORTÂNCIA PARA SEO

Otimização-seo e suas Meta Tags, O que são Meta Tags ? Meta Tag é um comando implementado no código de páginas web, dentro da área Head do site (entre as tags e ) para passar instruções a programas externos ou ações mais simples, como por exemplo informar qual a pessoa responsável pelo desenvolvimento da página.
Algumas Meta Tags são utilizadas para passar aos sites de busca como o Bing e o Google instruções sobre o título da página e uma breve descrição a ser exibida nos resultados de busca, quais páginas devem ou não ser indexadas, dentre outras instruções.

Importância de Meta Tags para otimização-seo

Meta Tags são uma importante ferramenta de comunicação entre o webmaster e os sites de busca, Para muitas pessoas, SEO é apenas isso, Meta Tags.
Isso está longe de ser verdade. O Google utiliza perto de 380 variáveis para determinar os resultados de busca, e as meta tags são apenas algumas delas.

Como saber se os Meta Tags estão ok ?

A ferramenta Google Webmaster Tools mostra uma relação de erros que os robôs do Google encontraram em seus Títulos e descrições, não irei abordar sobre esta ferramente neste momento, porém é com ela que você pode encontrar os erros de indexação, encontrar as palavras ideais para o seu projeto.

Meta Tags mais importantes em SEO

  •  Title
  •  Meta Description (meta name=”description”)
  •  Meta Keywords (meta name=”keywords”)
  •  Meta Robots (meta name=”robots”)

 

Title uma das mais importantes para um bom otimização-seo

O campo Title não é uma Meta Tag, mas é o mais importante comando em uma página web para SEO, utilize no maxímo até 64 palavras para ter uma melhor indexação.

Meta Description (meta name=”description”)

É a Meta Description que geralmente define a descrição exibida nos resultados do Google.
Descreva o conteúdo da página de uma forma a estimular o interesse das pessoas em conhecer mais sobre o conteúdo da página, para aumentar a visitação do seu site.
Exemplo de um Meta Description: meta name=”description” content=”Veja no Terra as últimas notícias e as melhores coberturas ao vivo do Brasil e do Mundo, Esportes, Diversão, Vida e Estilo, assista os melhores vídeos no TerraTV e ouça as melhores músicas no Sonora.”

Meta Keywords (meta name=”keywords”)

Há muitos anos atrás, os algoritmos dos sites de busca tinham certa dificuldade em interpretar a relevância de sites para determinadas palavras-chave e utilizavam o conteúdo da Meta Keyword para ajudá-los a interpretar o conteúdo das páginas.
Rapidamente os webmasters perceberam que bastava incluir uma infinidade de palavras nessa tag para aparecer nas buscas, mesmo para palavras não relacionadas ao conteúdo da página.
A experiência do usuário era comprometida ao ser direcionada a uma página que no final das contas não possuía o conteúdo buscado.
Os sites de busca evoluiram e hoje desconsideram a meta keyword. Uma vez que a meta keyword não é exibida ao usuário em qualquer momento, seja nos resultados de busca, seja no conteúdo do site, não há de fato qualquer razão lógica para que o Google a considere como um fator de relevância.
Por outro lado, utilizamos as meta keywords para pesquisar as palavras-chave de concorrentes desavisados.
Entre nos sites de seus principais concorrentes e veja através dos meta keywords quais as palavras-chave que estes tentaram otimizar os seus sites.
Exemplo de um meta keyword:
meta name=”keywords” content=”climática, previsão climática, desenvolvimento, tempo, clima,”

Meta Robots (meta name=”robots”)

Essa Meta Tag foi criada para passar orientações aos robots dos buscadores. Cada página deve ter o seu meta robots. Veja alguns dos parâmetros que podem ser passados:

index: indexe esta página – exiba-a em seus resultados de busca;

noindex: não indexe esta página – não a exiba nos resultados de busca. Útil para páginas como de login e acesso à intranet;

follow: siga os links desta pagina para descobrir novas páginas

nofollow: nenhum dos links desta página deve ser seguido

nosnippet: orienta o site de busca a não exibir a descrição da página nos resultados de busca

noodp: orienta o Google não utilizar a descrição do diretório DMOZ em seus resultados (snippet)

noarchive: instrui o Google a não exibir a versão em cache da página

noarchive: não indexe nehuma imagem da página.

Exemplos de Meta Robots:

meta name=”robots” content=”index, follow” – sintaxe mais comum de meta robots – orienta os buscadores a indexar o conteúdo da página e seguir todos os links para descobrir novas páginas
Buscadores a não indexar o conteúdo da página e impede-se a de seguir os links para descobrir novas páginas

Urls amigáveis para melhorar a otimizacao-seo

Esse recurso é chamado de URL amigável… Amigável com os sistemas de busca e com o visitante que não precisa olhar para a URL de um link ou do navegador e ver coisas estranhas e complicadas de entender como essas:

www.meusite.com.br/contato.php
www.meusite.com.br/produtos.php?categoria=5
www.meusite.com.br/noticia.php?id=2

As URLs amigáveis são muito mais fáceis de usar e entender… Antes de clicar no link você já sabe do que se trata só de olhar pro endereço e os sistemas de busca aumenta a pontuação dessas páginas pois o endereço é relevante (por conter palavras que fazem parte do título e/ou conteúdo da página).

O uso de internal links

Internal links (ou links internos) apontam para páginas dentro do seu próprio site, ou seja, que possuem como fonte o mesmo domínio. Eles são utilizados para facilitar a navegação do usuário dentro do site, levando-o de uma página a outra. Além disso, é possível usá-los para criar uma hierarquia de informações, deixando claro para o visitante o que é mais importante

Em se tratando de otimização-seo, links internos são tratados como ferramentas de auxílio para um melhor ranqueamento do seu site diante de mecanismos de busca. Para entender sua importância, precisamos compreender como os principais algoritmos de busca funcionam: quando o algoritmo do Google, por exemplo, visita seu site para ranquear seu conteúdo, ele é guiado pelos links internos da página. Digamos que sua página principal aponte para outras três páginas, mas não aponte para a página de contatos. Logo, por não haver ligação entre as páginas, o algoritmo não conseguirá encontrá-la.

Quando descobrimos a relação entre links internos, páginas de conteúdo e a importância de se estar no topo das buscas, percebemos como é fundamental cuidar desses detalhes. Criar um mapa do seu site e deixá-lo disponível aos buscadores pode ser uma maneira de contornar esse problema e ter uma estratégia de otimização-seo mais eficiente.

O uso de external links

Tão importante quanto os links internos são os external links – ou links externos. Ao invés de apontar para o seu próprio domínio, esse tipo de link aponta para domínios externos. São considerados externos tanto aqueles links que apontam para a sua página quanto os que você aponta para páginas de outros sites.

Apontar para páginas externas, ou seja, criar external links é sempre vantajoso. Primeiro, você irá fornecer mais informações para seus leitores. Então, sempre linke sites com conteúdo de qualidade e relelevante para seus visitantes. E segundo, o Google reconhece isso como uma prática válida e considera a qualidade dos links na hora de posicionar seu site nas pesquisas realizadas. Ser citado em outros sites também é excelente, pois, quando um outro site aponta para você, significa que ele está te dando um voto de confiança para seu conteúdo. Isso também é um diferencial para um melhor raqueamento.

O uso de links externos é uma ferramenta poderosa de SEO. Quanto mais links de qualidade você colocar nos seus textos ou quanto mais sites usarem seu conteúdo como referência, melhor os algoritmos de busca irão posicioná-lo. Porém, é fundamental saber que as recentes versões desses algoritmos dão prioridade a links de qualidade. Ou seja, de nada adianta ter um monte de links criados artificialmente que apontam para o seu site. O mais importante é qualidade, não volume.

Entendeu a importância do uso de links internos e externos para a sua estratégia de SEO? Caso tenha ficado alguma dúvida, compartilhe-a conosco nos comentários!

 

Planejador de Palavras-chaves do Google

Esta é a primeira ferramenta que os usuários recorrem para pesquisar palavras-chaves.
Esta ferramenta ajuda você a encontrar novas palavras-chaves e palavras-chaves relacionadas. É bem útil para te dar novas ideias.
A única desvantagem aqui é que a ferramenta não é muito boa para encontrar palavras-chaves relacionadas específicas.

Google Trends

Ótima ferramenta para comparar tráfego para diferentes tipos de palavras-chaves, popularidade em diferentes regiões geográficas e a temporalidade de certas palavras-chaves.
Ainda, o mais importante sobre o Google Trends é que ele consegue dizer se a palavra-chave está crescendo ou diminuindo.
Também dá a você buscas relacionadas a sua palavra-chave.

Google Search Console

Antes conhecido como Google Webmaster Tools, com esta ferramenta é possível descobrir quais termos de busca seu site está sendo buscados e também, por quais ele não está sendo posicionado tão bem.

 

Entendendo para que serve o Sitemap

Sitemap ou mapa do site, como é mais conhecido no Brasil, é, basicamente, uma lista com todas as páginas (URLs) do site. Ele funciona como uma espécie de mapa que irá ajudar e guiar o robô de busca, ou o usuário, a navegar e encontrar páginas do site.
Para entender melhor o que é o sitemap e para que serve, vamos supor que a home do seu site é a entrada principal de um supermercado e as categorias do site são as principais vias de acesso.
Ao entrar no estabelecimento, o consumidor recebe em suas mãos um mapa com todas as seções existentes e produtos disponíveis.
Quanto mais profunda é a seção, mais organizado precisa ser o mapa para você chegar lá, certo? Afinal, ninguém, em sã consciência, gosta de ficar perdido ou ficar preso a tentativa e erro.
E é exatamente para isso que o existe o sitemap. Guiar o usuário ou o robô de busca para uma melhor navegação pelo site, sem, teoricamente, acessar páginas com conteúdos irrelevantes ou páginas duplicadas, fazendo com que a navegação flua com melhor qualidade.

 

Porque utilizar Robots.txt

Como o próprio nome já diz, robots.txt é um arquivo no formato .txt (bloco de notas). Funciona como um filtro para os robôs dos sites de busca e faz com que os webmasters controlem permissões de acesso a determinadas páginas ou pastas dos sites. O robots.txt controla qual informação de um site deve ou não deve ser indexada pelos sites de busca. A sintaxe do arquivo é bem simples, e deve ser colocada pelo webmaster responsável pelo site na raiz da hospedagem.
O próprio Google usa um arquivo em 
http://www.google.com/robots.txt, e navegar por ele é no mínimo curioso.

Backlinks: por que você não sai do lugar sem eles ?

Backlinks são links posicionados estrategicamente em um texto para guiar o leitor até a sua página do blog ou site que tenha um conteúdo relevante ao que está lendo. O intuito é expandir o conhecimento do leitor e, ao mesmo tempo, gerar tráfego de qualidade para o blog.
Os backlinks podem ser internos, ligando suas próprias páginas com conteúdos relevantes para aumentar o tempo de permanência do usuário no blog, ou externa, trazendo o leitor de uma página de outro site ou blog.
Isso acontece quando ainda não há um conteúdo relevante para linkar no próprio blog e também para melhorar o raqueamento das páginas indicando sites de autoridade no assunto.
Por exemplo, todo link adicionado em outro site ou blog que direciona o usuário para os seus conteúdos, produtos e serviços são chamados de backlinks e, a quantidade de backlinks direcionados para o seu blog, serve como termômetro para indicar o nível de popularidade ou importância do site.
No passado, os backlinks foram a principal métrica para o raqueamento de uma página na web.

Quais são os tipos existentes de backlinks

Existem diversos tipos de backlinks existentes e você deve conhecer bem para que serve cada um deles antes de iniciar uma estratégia. Veja abaixo os principais:

Link Juice

São links que trazem o leitor de uma página da Web para algum de seus artigos ou página inicial do site ou blog, contribuindo assim para o ranking da página nos sites de busca.
O link juice é mais utilizado para melhorar a autoridade de domínio.

Nofollow Links

Quando um site linka para outro, mas o link tem uma tag “nofollow” a ligação com ele não acontece totalmente.
Em geral, a tag “nofollow” é usada para impedir que links adicionados nos comentários dos posts, por exemplo, sirvam de backlinks para outros sites, uma vez que tenham sua confiabilidade questionável.

Dofollow Links

Ao contrário dos nofollow links, os dofollow permitem que todos os links adicionados em seu blog funcionem como backlinks válidos.

Root Domains Links

Refere-se ao número de backlinks que chegam ao seu site a partir de um domínio único. Sendo assim, mesmo se o site tiver uma dezena de links apontando para o seu blog, será considerado apenas um.

Low Quality Links

Representam links de baixa qualidade para o seu blog. Geralmente, são originados em diretórios de sites, sites de spam, sites pornográficos e quando se compra backlinks.
Devido à baixa relevância dos links, eles podem prejudicar o seu esforço de melhorar o raqueamento do blog.

Internal Links

São links que vão de uma página para outra dentro do mesmo domínio. Os links internos permitem ligar suas próprias páginas com assuntos relevantes mantendo o leitor no blog por mais tempo.

Anchor Text

A parte do texto que é usado para fazer um hiperlink é chamado de texto âncora. Esse tipo de backlink funciona bem quando você está tentando ganhar autoridade em determinadas palavras-chave.

Por que os backlinks são tão importantes para uma estratégia de SEO

Os Backlinks são importantes para SEO porque alguns motores de busca, especialmente o Google, darão mais crédito a sites que têm um bom número de backlinks de qualidade (com alto grau de relevância), considerando o seu blog mais importante do que outros nas páginas de resultados.

Fale Conosco e tire suas dúvidas

Aqui você pode enviar suas dúvidas, sugestões, reclamações e elegoios




Publicar Agora!

×
Como posso lhe ajudar?